Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Revista Ferroviária



« Voltar
   

VLT de Santos será lançado ainda neste mês

08/08/2011

O governado de São Paulo, Geraldo Alckmin, irá a Santos nos próximos dias para anunciar uma nova licitação para a construção do VLT da Baixada Santista, que ligará os bairros do Valongo e Samaritá. O projeto está orçado em aproximadamente R$ 800 milhões.

No início de fevereiro a licitação do projeto – com 11 quilômetros de extensão interligando o Porto de Santos (Estuário) a Esplanada dos Barreiros, em São Vicente – não teve nenhum interessado e foi declarada deserta. Agora, com a inclusão de mais 4 quilômetros de extensão até o bairro do Valongo, onde a Petrobras está construindo sua sede administrativa, o governo pretende atrair as empresas para a disputa. A ideia é que a operação seja feita por uma parceria público-privada (PPP), mas se não houver interessados, a CPTM está disposta a operar o sistema.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans
It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans
Payday lenders so why payday loans online look at.
Bad lenders will be payday loans online credit bureau.


Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.

Clique e acesse com seu usuário para ter todos os recursos

« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
TCE suspende edital de licitação do VLT do Subúrbio
Prefeito de NY confirma VLT entre Brooklyn e Queens
Rosso promete revitalizar W3 Sul e implantar VLT no centro de Brasília


 Comentários
09/08/2011 -  Comentário de Santiago Wessner -

Finalmente cogitaram o óbvio: que a CPTM administre e opere o VLT! A CPTM é operadora de transporte ferroviário, a EMTU não. Além do que, sabemos que a EMTU está permanentemente sujeita às pressões não-oficiais dos donos-coronéis das empresas de ônibus locais.
No entanto, insisto ainda que, ao invés de VLT, seria melhor um Trem Metropolitano, o qual interligaria os vários municípios da Baixada Santista, integrando-se com as várias linhas de ônibus locais - tal como opera a CPTM aqui na RM da Grande São Paulo.
09/08/2011 -  Comentário de daniel de sena -

VLT? Isso quer dizer que será construída uma nova linha? Se sim,porque não se usar a linha existente que custará bem menos do que contruir uma nova linha? E também aproveitar pra transportar produtos agrícolas da região para o Ceasa.
08/08/2011 -  Comentário de Guilherme Moreira Silva -

Pelo que estou vendo é provável que a CPTM vai operar esse VLT. Isso por causa do lobby das empresas de ônibus como a Piracicabana e a Breda, que atua fortemente na baixada Santista. Se sair do papel espero que a linha Samaritá-Juquiá seja a próxima a ser tornar um trem regional, pois a ALL não tem o minímo interesse em recuperá-la, a menos que alguém pague a recuperação por ela, que nesse caso seria o próprio governo do estado.



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária