Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Caminhos da Safra volta à estrada este mês

12/03/2018 - Globo Rural

Em março, a revista Globo Rural volta à estrada com o Caminhos da Safra. O projeto, iniciado há seis anos, viaja pelas principais rotas de escoamento da produção brasileira de grãos. Ao longo dos próximos meses, as equipes vão percorrer mais de 7.000 quilômetros a bordo de um caminhão bitrem da Scania.

Um evento em Cuiabá (MT), no dia 15, irá marcar a largada desta edição. Logo após o lançamento, a equipe de reportagem segue rumo ao primeiro trajeto. Destino: Santarém (PA). A aventura pela BR-163 promete grandes desafios, especialmente no sul do Pará, onde há trechos não asfaltados da rodovia. Com a época das chuvas coincidindo com o pico da colheita de grãos em Mato Grosso, maior produtor nacional, a estrada em muitos trechos fica intrasitável e os caminhões carregados acabam atolando, atrasando a chegada dos produtos aos portos de destino. Neste ano, não deve ser diferente. Chuvas acima da média têm atrasado os trabalhos de colheita no centro-oeste do país e também o escoamento para a Região Norte.

O roteiro desta edição será o mesmo percorrido no primeiro ano do Caminhos da Safra, realizado em 2012. O objetivo é apresentar um quadro comparativo entre o cenário atual e o de seis anos atrás, além de levantar quais são os novos projetos e as possíveis soluções para os gargalos da logística.

A série de reportagens será publicada nas páginas da revista até setembro deste ano. Nos canais digitais da Globo Rural (site, Facebook, Instagram e Twitter), também será possível acompanhar as equipes em tempo real e conferir relatos em áudio e vídeo.

Em setembro, após o término do levantamento de campo, tem o Fórum Caminhos da Safra, evento que reúne especialistas em logística, representantes do agronegócio e autoridades, a fim de apresentar o diagnóstico do ano e discutir novos caminhos.

60 mil quilômetros rodados

Com uma bagagem acumulada nos últimos cinco anos que soma mais de 60.000 quilômetros de viagens, o Caminhos da Safra virou referência no país ao elaborar um raio X da logística das safras brasileiras. De norte a sul, são avaliados rodovias, ferrovias, hidrovias e portos. A armazenagem também sempre é amplamente discutida, pela importância que tem no segmento. Apesar dos recentes investimentos na ampliação da capacidade de estocagem da produção, o Brasil ainda está longe de ter uma situação confortável de armazenamento.

Enquanto a safra supera os 240 milhões de toneladas, os espaço disponível para guardar a produção é de pouco mais de 160 milhões de toneladas. O quadro impacta diretamente rodovias, ferrovias, hidrovias e portos, porque o maior silo do país é, na verdade, a carroceria dos caminhões.

Neste ano, a colheita brasileira está estimada em 225,5 milhões de toneladas de grãos, 5% inferior à registrada na temporada passada. Mesmo com uma provável redução no volume colhido, a infraestrutura para o escoamento deve continuar sob pressão. Os investimentos na área não conseguem acompanhar o ritmo do campo, especialmente em ano de recessão e incertezas na economia.

 

- Fonte: https://revistagloborural.globo.com/Colunas/caminhos-da-safra/noticia/2018/03/caminhos-da-safra-volta-estrada-este-mes2.html




Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Copersucar vê safra menor no Brasil e melhor perspectiva para preços do açúcar
Valor da safra de soja deve somar R$ 130 bi
Com safra recorde, Brasil se aproxima da liderança na soja



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, quarta-feira, 20 de junho de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária