Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Abaixo-assinado para pressionar reativação de ferrovia histórica

08/02/2018 - Band News

Para tentar recuperar um trecho da primeira ferrovia construída no Brasil, moradores de Magé estão fazendo um abaixo assinado. O ouvinte e presidente da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária Antônio Pastori conta que são necessárias 20 mil assinaturas para que o trecho da Estrada de Ferro de Mauá seja revitalizado.

"Precisamos de 20 mil assinaturas para sensibilizar os senadores para a restauração e reativação de um trecho de 7 quilômetros da primeira ferrovia do Brasil: a Estrada de Ferro Mauá. O nome original é Estrada de Ferro de Petrópolis, da Imperial Companhia de Navegação a Vapor, do Barão de Mauá, inaugurada em 1854. É um trecho pequeno, mas é parte da nossa história, por isso, queremos a revitalização desse trecho. Essa ferrovia é pioneira e é lamentável a situação atual em que se encontra. Está muito abandonado", explica o presidente da Associação Brasileira de Preservação Rodoviária, Antônio Pastori.

A ferrovia Mauá-Fragoso foi a primeira do Brasil construída em 1854 por uma iniciativa do Barão de Mauá. O percurso tinha cerca de 14 km. Em 1954, no ano de seu centenário, a Estrada de Ferro Mauá Fragoso foi considerada Monumento Histórico Nacional.

O traçado original ligava Inhomirim, na Região Serrana do Rio à Baía de Guanabara. A linha foi criada para levar o café produzido no Vale do Paraíba ao cais de Magé e, de lá, de barco ao porto do Rio de Janeiro. Tudo isso pertencia a Rede Ferroviária Federal até 1998, quando foi entregue à Prefeitura de Magé. Cabe ao Instituto do Patrimônio Histórico fiscalizar o conservação e manutenção do espaço.

O abaixo assinado contém 156 assinaturas e está disponível no site do Senado Federal. Ao atingir 20 mil apoios a iniciativa se torna uma Sugestão Legislativa e passa a ser discutida por senadores.

A Prefeitura de Magé e o Iphan, responsáveis pela administração e conservação do espaço, não se pronunciaram sobre o abandono da estação e do trecho da ferrovia.

 

Clique aqui para participar da votação.



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Estação Tamanduateí recebe exposição sobre história da ferrovia paulista
VLI promove Semana do Meio Ambiente em municípios do trecho da Ferrovia Norte Sul
Paranaguá elevou embarques apesar de protestos, com ferrovia e capacidade, diz porto



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, quarta-feira, 20 de junho de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária