Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Imprensa



« Voltar
   

Circulação de trens na Linha 5-Lilás está parcialmente normalizada nesta sexta-feira (12)

12/01/2018 - Diário do Transporte

Em nota emitida agora cedo no site do Metrô de SP, a Companhia informa que “a circulação dos trens na Linha 5-Lilás (Capão Redondo – Largo Treze) está parcialmente normalizada na manhã desta sexta-feira (14)”.

Apesar de informar que todas as estações foram abertas no horário habitual, ou seja, às 4h40, o Metrô aponta que ainda há problemas no trecho entre as estações Campo Limpo e Giovanni Gronchi, onde a circulação das composições “ocorre em esquema de via singela, isto é, por uma única via, devido à queda de rede aérea entre as estações Giovani Gronchi e Santo Amaro, ocorrida no início da noite de ontem (18h37) e que atingiu um trecho de aproximadamente 800 metros da via”.

Para reforçar o transporte da população na região, o Metrô solicitou à SPTrans a manutenção do Paese (Plano de Apoio entre Empresas em Situação de Emergência).

Cerca de 30 ônibus realizam gratuitamente o transporte dos passageiros entre Capão Redondo e Santo Amaro.

Outra medida adotada pelo Metrô “foi solicitar à EMTU a desintegração das linhas que fazem parada final nas estações Capão Redondo e Campo Limpo. Hoje, excepcionalmente, essas linhas seguem até Santo Amaro”.

“Durante a noite e toda a madrugada, equipes de manutenção do Metrô trabalharam para o restabelecimento da rede aérea, no entanto, os trabalhos ainda não puderam ser concluídos”, finaliza a nota da Companhia.


Obras

 

A Linha 5-Lilás está em obras que, inicialmente, seriam concluídas em 2014. No dia 6 de setembro, as estações Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin foram inauguradas.

Ela possui dez estações, que ligam o Capão Redondo ao Brooklin, e deve ter outras sete ainda. Quando estiver totalmente concluída, a linha 5-Lilás ligará o Capão Redondo às Estações Santa Cruz, da linha 1-Azul, e Chácara Klabin, da Linha 2-Verde.

Em novembro, o governo do Estado adiou novamente a inauguração de seis delas, prometidas até o final de 2017. A previsão agora é de que elas só estejam prontas em 2018. O custo total da linha, orçado inicialmente em R$ 7 bilhões, já está em cerca de R$ 10 bilhões.

 

Leia Mais: Estação Vila Prudente do Metrô tem infiltrações e poças de água



Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Trensurb volta a recolher trens novos que passaram por conserto
Japoneses criam alerta para trens a fim de evitar mortes de cervos
Trens da Brightline começam a operar neste sábado (13)



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, segunda-feira, 22 de janeiro de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária