Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Revista Ferroviária



« Voltar
   

Thales fornecerá CBTC para o Metrô de Salvador

27/03/2014

A Thales, empresa de fornecimento de sinalização metroferroviária e de controle de trens de redes urbanas, venceu o contrato de sinalização do CCR Metrô Bahia para fornecer a tecnologia com um sistema SelTrac CBTC (Communications-Based Train Control).

Este é o terceiro contrato CBTC firmado pela Thales no Brasil desde 2010. A empresa já fechou contrato de CBTC para o monotrilho Linha 17-Ouro de São Paulo e para o monotrilho de Manaus.

Segundo a Thales, as obras de instalação do sistema CBTCtêm conclusão prevista para o primeiro semestre de 2017. A tecnologia CBTC da Thales permite uma operação completamente automatizada e sem a necessidade de um condutor, além de otimizar a capacidade e o tempo de viagem.

Os beneficiários serão os passageiros de Salvador, Lauro de Freitas e toda a Região Metropolitana. O sistema vai atender ao Aeroporto Internacional Luiz Eduardo Magalhães, conectando-o a outros meios de transporte.

Metrô

As obras para o metrô em Salvador começaram há 14 anos e apenas um trecho foi entregue até agora. O primeiro consórcio responsável pelas obras, o Metrosal, era formado pelas empresas Andrade Gutierrez, Camargo Correa e Siemens e tinha prazo de 40 meses para entrega da obra.

Depois de muitos atrasos e paralisações, em agosto do ano passado houve uma nova licitação, vencida pela CCR. A previsão da empresa, que deverá operar o sistema metroviário por 30 anos, é que os trens passem a circular no primeiro trecho, Lapa-Acesso Norte, em caráter de testes a partir de junho deste ano. A operação comercial deve começar em setembro. O empreendimento completo só deve estar concluído em 2017.

Desde 2008, o metrô de Salvador tem seis trens comprados pelo Metrosal do consórcio Mitsui/Hyundai Rotem (24 carros). Estes já sofreram a deterioração causada pelo tempo. A CCR informou em fevereiro passado que vai comprar os novos trens para o metrô da capital baiana do consórcio Hyundai Rotem–Iesa.   A montagem será feita na fábrica da Iesa, em Araraquara, no interior de São Paulo, com parte dos componentes importados da Coreia do Sul.

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans
It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans
Payday lenders so why payday loans online look at.
Bad lenders will be payday loans online credit bureau.


Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter


Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, terça-feira, 18 de dezembro de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária