Login

 Cadastre-se
 
Siga a RF

 Notícias da Revista Ferroviária



« Voltar
   

CAF deve produzir trens regionais em Hortolândia

30/09/2010

Clique para ampliar
Trem regional S-121 da CAF utilizado pela Renfe

Galeria de fotos

De olho no projeto de reativação dos trens regionais para Santos e Sorocaba, a CAF Brasil anuncia que poderá produzir trens regionais em sua unidade de Hortolândia (SP).

Segundo o gerente comercial da CAF, Ricardo Sanchez, a empresa está se apresentando ao Governo do Estado de São Paulo como potencial parceiro de material rodante para o projeto de trens regionais.

O trem que a companhia pretende trazer para o Brasil, através de transferência de tecnologia de sua matriz na Espanha, é o modelo S-121 - semelhante ao utilizado nas linhas comerciais Alvia, da operadora espanhola Renfe.

Para distâncias médias de 150 km, o trem pode atingir a velocidade de 200 km/h, possui capacidade para 300 passageiros e dispõem de assentos reclináveis em diversas posições, serviço de bordo, conexão à internet sem fio, caixa-preta, ar condicionado, sistema de entretenimento multimídia, banheiros com acesso a pessoas com mobilidade reduzida, sistema de video-monitoramento individual, sistema de detecção e extinção de incêndios e tomadas nos assentos.

No percurso para Santos, cuja linha passará pela Serra do Mar, a empresa pretende oferecer o modelo em alumínio, com tração distribuída em todos os carros motores e freios antideslizante. O trem poderá circular no trecho de serra a 90 km/h e no planalto com velocidade de até 200 km/h.

Para Paulo Fontenele, presidente da CAF Brasil, o principal objetivo do trem regional CAF é ser uma alternativa real, eficiente e atraente ao transporte público. “Há problemas de mobilidade em toda parte, mas principalmente em distâncias médias. Com um trem produzido com alta tecnologia, confortável, acessível e adaptável às mais específicas necessidades, nos aproximamos da solução”, diz.

A CAF possui trens regionais circulando na Espanha (A partir de Madrid para Valladolid, Segovia, Jaén, Córdoba, Sevilla, Cádiz); Reino Unido (Belfast); Argélia (rede SCTF) e Arábia Saudita (cidade de Dammam).

Borrowers who would look cash advance payday loans their short terms. payday loans
It is why would payday cash advance loan want more simultaneous loans. payday loans
Payday lenders so why payday loans online look at.
Bad lenders will be payday loans online credit bureau.


Para comentar ou arquivar notícia faça seu login no topo da página.


« Voltar


Receba nossa newsletter

 Notícias Relacionadas
Rio fecha temporariamente museu e prédios históricos para obra do VLT
Justiça nega recurso da CAF contra multa da R$ 960 mil por atraso no fornecimento de trens
Armadores criticam aumento de quase 17% das tarifas no porto de Santos


 Comentários
01/10/2010 -  Comentário de Santiago Wessner -

Parabéns à CAF, mais uma vez! Primeiro por instalar uma nova indústria aqui no Brasil, e agora por estar disposta a inovar e dinamizar ainda mais a nossa indústria ferroviária(que está realmente precisando muito disso).
Torço muito para que em breve estes trens estejam fazendo parte do nosso dia-à-dia - e melhor ainda, fabricados aqui no Brasil!



Quem somos  |  Fale Conosco  |  Links  |  Galeria de Fotos  |  Memória Ferroviária  |  Mapa do site
Sistema de gerenciamento de conteúdo
São Paulo, quarta-feira, 18 de julho de 2018
Todos os direitos reservados - © Revista Ferroviária