Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Por que Localiza (RENT3), Cosan (CSAN3) e Yduqs (YDUQ3) tiveram os melhores desempenhos do dia na Bolsa

  31/07/2020
person Estadão
person Estadão
Por que Localiza (RENT3), Cosan (CSAN3) e Yduqs (YDUQ3) tiveram os melhores desempenhos do dia na Bolsa A Localiza teve resultado positivo no segundo trimestre, apesar da pandemia. (Foto: Jornal do Carro)

O dia foi de números negativos em todo o mundo e isso foi precificado pelo mercado. Queda de 10% no PIB da Alemanha, queda de 32,9% na leitura anualizada para o PIB dos EUA no segundo trimestre e, aqui no Brasil, também não faltaram quedas nos balanços do segundo trimestre divulgados pelas companhias.

No Bradesco, por exemplo, os lucros caíram 40% no período, com aumento das provisões para inadimplência, o que provocou baixas de 3,50% na ação PN e 2,54% na ação ON. Os resultados da Vale também provocaram desvalorização do papel em 2,67%.

Apesar do desempenho negativo em setores de grande peso, como commodities e bancos, o Ibovespa até que sofreu pouco: baixa de 0,56%, aos 105.008,70 pontos, sustentando a linha de 105 mil, reconquistada ontem pela primeira vez desde o início de março. O giro financeiro totalizou R$ 29,0 bilhões. Na semana, o índice avança 2,57% e, no mês, 10,47%, cedendo agora 9,20% no ano.

As três ações que mais ganharam preço no dia foram Localiza (RENT3), Cosan (CSAN3) e Yduqs (YDUQ3). Confira o que influenciou o desempenho desses três papéis.

Localiza (RENT3): +10,85% Os papéis ON da Localiza roubaram a cena neste pregão, com 10,85% de valorização. A disparada se deu em virtude do balanço da empresa no segundo trimestre.

A companhia registrou lucro líquido de R$ 89,9 milhões entre abril e junho, queda de 52,7% em um ano. O resultado foi comprometido pela pandemia da covid-19, por custos extraordinários e pelo aumento da depreciação.

No entanto, apesar dos números, a Localiza apontou que julho já mostra uma retomada dos negócios. Ao Broadcast, o CFO da Localiza, Maurício Fernandes Teixeira, afirmou que os números de frota alugada neste mês já estão em linha com os vistos em julho de 2019.

Na visão do Itaú BBA, os resultados foram fracos, como era esperado, mas as tendências apontadas pela Localiza são positivas. As analistas Thais Cascello, Julia Hupperich e Giuliana Agrumi escrevem que o cenário para a gestão de frotas continua interessante, e que a empresa tem um histórico de execução 'impecável.

O banco vê com bons olhos o viés conservador adotado pela companhia diante da pandemia, e que melhores resultados nos próximos trimestres podem levar a uma reavaliação do mercado a respeito dos valores justos para o papel.

Cosan (CSAN3): +4,82% Em um dia bastante movimentado, as ações ordinárias da Cosan abriram o dia em baixa, inverteram a tendência, passaram a disparar e tiveram a negociação suspensa no meio da tarde.

O que detonou o movimento foi uma notícia veiculada em site da grande mídia afirmando que a empresa contratou seis bancos para coordenar a oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) da Compass, sua subsidiária para investimentos no setor de gás e energia. A transação deve levantar até R$ 5 bilhões.

Devido à divulgação do fato relevante, o ativo e seus respectivos derivativos foram suspensos. Na fase de suspensão, de acordo com a Agência Bovespa, não há permissão para registro, modificação ou cancelamento de ofertas e fechamento de negócios.

Yduqs (YDUQ3): +4,81% Os papéis ON da Yduqs registraram a terceira maior alta do Ibovespa. No setor de educação, Cogna ON, Ânima ON e Ser Educacional ON também operaram no azul. A explicação do bom desempenho está na melhora das expectativas para a economia, de acordo com o analista da Necton Investimentos Marcel Zambello. Há um fenômeno mais macro, a recuperação em geral está mais acelerada do que estava se esperando e há uma migração bem forte para o risco, afirma.

Ele aponta que a Ânima, que chegou a entrar em leilão pela manhã após forte alta, está na carteira de small caps da Necton devido à perspectiva de melhora de indicadores como inadimplência e evasão. Outro ponto positivo para o setor é a demanda da abertura de capital da Vasta, subsidiária da Cogna.

Fonte: https://einvestidor.estadao.com.br/mercado/bolsa-maiore...