Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Metrô reduz número de funcionários em serviço

  26/03/2020
person Folha de São Paulo
person Folha de São Paulo
Metrô reduz número de funcionários em serviço Acesso fechado na estação São Bento, da linha 1-azul do metrô - Ronny Santos - 24.mar.2020/Folhapress

O Metrô reduziu o quadro de funcionários por causa do coronavírus e, nesta quarta-feira (25), a operação comercial funciona com praticamente metade do efetivo. A reportagem apurou que os motivos são tanto a redução do número de passageiros quanto o fato de alguns servidores apresentarem sintomas da Covid-19, o que, por precaução, exige o afastamento do trabalho.

Na linha 3-vermelha, por exemplo, apenas 47 dos cerca de 90 funcionários estão trabalhando nesta quarta, segundo a apuração. Nas estações Artur Alvim e Penha (ambas na zona leste), por exemplo, a operação comercial conta com apenas um servidor.

Na média, estações pequenas costumam ter três ou quatro funcionários simultaneamente. Já as maiores, de 10 a 12. Uma das paradas com maior número de passageiros em dias úteis, a Palmeiras-Barra Funda tem, nesta quarta, apenas quatro servidores do Metrô em serviço.

Também houve redução de cerca de 50% no efetivo das linhas 1-azul e 2-verde. Nas primeira, estão em serviço 60 funcionários e, na segunda, 31.

A reportagem apurou também que, nesta terça-feira (24), o Metrô operou com 18 trens, quando o normal são 41 composições no horário de pico.

Nesta terça, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos afirmou que promoveu o fechamento de acessos secundários, alguns guichês de bilheterias e bicicletários do Metrô. "Novas medidas poderão ser tomadas ao longo dos próximos dias, atendendo às necessidades dos passageiros e do quadro efetivo das empresas, analisado diariamente", afirmou, em nota.

Na capital, a prefeitura anunciou o corte pela metade do número de ônibus em circulação, com queda de 70% no número de passageiros.

Resposta

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos, sob a gestão João Doria (PSDB), diz que desde a última terça-feira (24) está em funcionamento no Metrô e nas demais operadoras de trens da região metropolitana, além da EMTU, a "Operação Monitorada" para manter o atendimento à população.

"As decisões têm o objetivo de preservar a saúde e a vida dos passageiros e colaboradores, organizando escalas, contribuindo com as medidas de precaução e recolhimento que o momento exige. Nesse esforço, alguns acessos de estações foram fechados permitindo a realocação de funcionários e preservando estações abertas, sem deixar de atender aos passageiros, considerando a redução média do fluxo de pessoas em 83% no dia 24/03 entre as cinco linhas de metrô", explica, em nota.

Segundo o Metrô, as medidas consideram o quadro de funcionários e a atual demanda de passageiros, que diminuiu sensivelmente, impactada pelas decisões de quarentena. "No entanto, a operação é monitorada a todo instante e sempre que constatada a necessidade de mais trens, eles são imediatamente disponibilizados para evitar aglomerações", afirma, em nota.

O Metrô diz também que novas ações poderão ser tomadas ao longo dos próximos dias, "atendendo às necessidades dos passageiros e do quadro efetivo das empresas".

Fonte: https://agora.folha.uol.com.br/sao-paulo/2020/03/metro-...