Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Passeio de Maria Fumaça resgata a história de Campinas há 35 anos; veja programação

  21/01/2020
person EPTV 1
person EPTV 1
Passeio de Maria Fumaça resgata a história de Campinas há 35 anos; veja programação Passeio de Maria Fumaça por Campinas tem desconto nos ingressos em janeiro - Foto: Toni Mendes/EPTV

Há 35 anos, Campinas (SP) preserva Maria Fumaça a vapor para passeios com turistas pela região. Com estilo preservado, o passeio no trem começa pela estação Anhumas, no Jardim Madalena, em Campinas e segue até Jaguariúna (SP), passando por fazendas e campos. A viagem também conta com café da manhã colonial, servido em dois sábados do mês. O próximo, será neste sábado (25).

Mantida pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), a atração recebe cerca de 60 mil turistas por ano, que vêm de São Paulo, Região Metropolitana de Campinas, interior do estado e até mesmo do Nordeste.

Invenção do século 19, o apelido Maria Fumaça vem do excesso de vapor liberado pela pressão da queima da lenha usada para aquecer a água na caldeira dentro da locomotiva. É o vapor que impulsiona a máquina, explicou o maquinista Marco Antônio Gomes, que há 21 anos opera trens de passageiros.

"É muita emoção, que não tenho nem palavras. Aqui temos que ter visão de tudo, tanto dos tripulantes, quando vai subir e do movimento, além de controlar também a pressão do vapor", conta.

De acordo com Wanderley Alves da Silva, gerente geral da ABPF Campinas, a locomotiva conta com carro que foi usado comercialmente até 1970. Para restaurar um carro de passageiros, a associação investe em média R$ 200 mil em um ano de trabalho.

"Era para ser um museu estático, em moldes europeus. Ele se transformou num museu vivo, dinâmico, e já se vão 35 anos que esse trabalho acontece. Aqui você anda num trem vivo, com emoção, com saudade, com cultura. A sua contribuição para resgatar essa história ferroviária do nosso país, de Campinas e região", conta Silva.

Confira as opções de passeioPartidas de Campinas

Percurso completo (48 quilômetros, com duração de 3h30)

Partida: estação AnhumasDestino: estação de JaguariúnaSábados: às 10h10Domingos e feriados: às 10h10 e às 14h30Meio percurso (24 quilômetros, com duração de 1h50)

Partida: estação AnhumasDestino: estação TanquinhoSábados: às 15hDomingos e feriados: às 16h30Partidas de Jaguariúna

Percurso completo (48 quilômetros, com duração de 3h30)

Partida: estação de JaguariúnaDestino: estação TanquinhoDomingos e feriados: às 12h30não roda aos sábadosMeio percurso (24 quilômetros, com duração de 1h50)

Partida: estação de JaguariúnaDestino: estação TanquinhoSábados: às 10h (exclusivo para janeiro) e às 15hDomingos e feriados: às 10h e às 14h30ValoresPercurso completo: inteira - R$ 120 / meia - R$ 80Meio percurso: inteira - R$ 100 / meia - R$ 60Somente ida ou volta: inteira - R$ 100 / meia - R$ 60Retorno em horário diferente: inteira - R$ 160 / meia - R$ 80Horário 16h30 aos domingos: todos pagam meiaMunícipes de Campinas ou Jaguariúna: pagam meia entrada em todos os horários do passeio regular.

O endereço da Estação Anhumas fica na rua Dr. Antônio Duarte da Conceição, 1501, Jardim Madalena, em Campinas. A estação Tanquinho está na estrada do Tanquinho, s/n, Recanto dos Dourados, também em Campinas. Já a estação de Jaguariúna é na avenida Jaguary, 600, Centro de Jaguariúna. Outras informações podem ser obtidas no site do projeto.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2020/01...