Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Projetos em Lisboa e no Brasil garantem contratos de 95 milhões à Sacyr Somague

  10/12/2019
person Idealista News
person Idealista News
Projetos em Lisboa e no Brasil garantem contratos de 95 milhões à Sacyr Somague As obras no Monumental deverão ficar terminadas em 2020 / Engexpor/Broadway Malyan

A Sacyr Somague "conquistou" dois novos contratos em Lisboa e no Brasil, no total de 95 milhões de euros. Em território português, a empresa iniciou recentemente a obra do edifício Monumental, situado na Praça do Saldanha, em Lisboa, que irá ser transformado num moderno edifício comercial e de escritórios com mais de 40 mil metros quadrados (m2).

O dono da obra é a Merlin Properties, que olha para o país como um mercado estratégico, especialmente no segmento dos escritórios, "onde ambiciona a ser o principal player do mercado nacional", lembra a Somague, em comunicado.

O edifício Monumental não vai, contudo, mudar os usos. "A intervenção sempre se centrou fundamentalmente nos escritórios, mas com o passar do tempo decidimos avançar também com obras na galeria comercial. Com todas as alterações na zona do Saldanha, decidimos criar uma ou duas grandes lojas de rua", adiantou João Cristina, diretor da Merlin em Portugal, em entrevista ao idealista/news.

Projetos ferroviários no Brasil

Entretanto, no Brasil, contando com a participação da afiliada Sacyr Neopul, foram ainda assinados os contratos para a execução das obras remanescentes dos lotes 1 e 2 da linha ferroviária Norte-Sul, numa extensão total de 390 km e atravessando os estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás. O cliente é a Rumo, um dos maiores operadores ferroviários de logística privada.

Com este contrato, a Sacyr Somague "reforça a sua presença" no setor da obra metro-ferroviária no Brasil onde tem atualmente tem em execução projetos no valor de 845 milhões de euros.

Fonte: https://www.idealista.pt/news/imobiliario/construcao/20...