Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Movimentação de contêineres tem previsão de crescer 40%

  09/12/2019
person Jornal de Jundiaí
person Jornal de Jundiaí
Movimentação de contêineres tem previsão de crescer 40%

Operando em Jundiaí desde dezembro de 2017, a Contrail Logística, empresa responsável pelo Terminal Intermodal de Jundiaí (Tiju), passou a oferecer, em outubro, serviços agregados ao transporte de contêineres: armazenagem, desova e estufagem de cargas.

De acordo com o diretor Comercial e de Operações da Contrail, Diego Bueno, os novos serviços oferecidos ampliam as vantagens competitivas para as indústrias da região. "Estamos oferecendo os serviços de estufagem, armazenagem e movimentação de carga solta em nosso armazém coberto de 2 mil metros quadrados. Isso traz uma opção em relação a serviços que antes só eram realizados em áreas localizadas no Porto de Santos e também permite que as empresas, com falta de estrutura para carga e descarga de contêineres, possam utilizar destes serviços conosco", explicou Bueno.

"A novidade vem provocando aumento do volume de carga e da demanda por parte das empresas de Jundiaí e região: mais saídas diárias do Tiju até o Porto de Santos. A movimentação média mensal deve aumentar em 40% sobre os 2 mil contêineres atualmente", anunciou, explicando que na segunda quinzena de outubro, a Contrail operacionalizou o primeiro lote com 38 contêineres de uma empresa do segmento de celulose.

"A empresa encontrou no Tiju uma alternativa para escoamento de sua produção com mais eficiência e, consequentemente, com redução de custos", comentou.De acordo com Bueno, além da ligação entre o Porto de Santos e Jundiaí, a Contrail também oferece outras rotas ligando Jundiaí ao Rio de Janeiro e Paulínia a Anápolis, em Goiás.

O transporte multimodal - caminhão / trem / navio - oferece como principais vantagens a eliminação com custos de armazenagem, mais segurança, sustentabilidade e maior capacidade de atendimento. "A ferrovia se tornou uma opção mais competitiva e atrativa em relação ao transporte rodoviário com a redução de custos logístico total e estrategicamente importante para que o embarcador não fique preso a um único modal de operação", explicou.

O Terminal

Atualmente, o Tiju está numa área de 75 mil metros quadrados, com desvio ferroviário de 450 metros e capacidade de operacionalização de trens com até 21 vagões, com capacidade de transporte de até 84 Teus por trem.

A Contrail oferece os serviços de transporte multimodal integrado à ferrovia da MRS Logística e/ou VLI; entrega ou coleta com transporte rodoviário; serviços acessórios como armazenagem de contêineres cheios e vazios; transbordo ferroviário edepot dos principais armadores

Fonte: https://www.jj.com.br/jundiai/movimentacao-de-conteiner...