Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Doria propõe menos dinheiro para Metrô, CPTM e EMTU em 2020

  03/10/2019
person Diário do Transporte
person Diário do Transporte
Doria propõe menos dinheiro para Metrô, CPTM  e EMTU em 2020

A SMT - Secretaria de Transportes Metropolitanos, responsável pelo Metrô, CPTM, EMTU e Corredor ABD deve contar no ano que vem com R$ 8,45 bilhões para cobrir custos e investimentos.  Para este ano, foram reservados R$ 9,46 bilhões.  A redução é de 10,5%

É o que propõe o Governador João Doria no projeto de lei do Orçamento para 2020, ao qual o Diário do Transporte teve acesso.

Os valores dependem de aprovação da Alesp - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e podem mudar de acordo com as emendas dos deputados estaduais.

Segundo nota da Alesp, pelo projeto de lei 1.112/2019 a receita total projetada aumentou de R$ 231,2 bilhões para R$ 239,1 bilhões (que contempla a arrecadação de R$ 152,1 bilhões de ICMS e R$ 16,9 bilhões de IPVA), um acréscimo de 3,4%.

Na área de transportes, a gestão Joao Doria prevê valores menores para 2020 que o previsto para 2019:

STM - Secretaria de Transportes Metropolitanos:

2020 - R$ 8,84 bilhões (R$ 8.845.866.473,00)

2019 - R$ 9,46 bilhões (R$ 9.469.690.824,00)

Redução de 10,5%

CPTM - Companhia Paulista de Trens Metropolitanos:

2020 - R$ 3,37 bilhões (R$ 3.377.864.7490,00)

2019 - R$ 3,4 bilhões (3.414.306.705,00)

Redução de 0,9%

Metrô - Companhia do Metropolitano de São Paulo:

2020: R$ 1,87 bilhão (R$ 1.877.966.762,00)

2019: R$ 2,05 bilhões (2.058.007.170,00)

Redução de 8,8%

EMTU - Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos:

2020: R$ 225,71 milhões (R$ 225.712.623,00)

2019: R$ 374,06 milhões (R$ 374.060.000,00)

Redução de 39,6%

Os valores para a CPTM têm sido maiores que do Metrô nos últimos anos por causa da necessidade de complementação anual de receita de R$ 1 bilhão porque, segundo o Governo do Estado em diversas ocasiões, a companhia não se mantém apenas com as tarifas e as receitas de publicidade e locação de áreas comerciais nas estações.

Os valores propostas orçamentárias para os transportes metropolitanos têm caído nos últimos anos.

No ano retrasado, para 2019, o Governo do Estado propôs R$ 3,4 bilhões para a CPTM e R$ 2,05 bilhões para o Metrô. Estes valores foram menores que o Orçamento aprovado em 2018, de R$ 2,28 bilhões para Metrô. Para 2018, o Orçamento aprovado para a CPTM foi de R$ 3,7 bilhões e para o Metrô, de R$ 2,28 bilhões.

STM - Secretaria dos Transportes Metropolitanos:

Os recursos para a STM - Secretaria dos Transportes Metropolitanos que devem ser de R$ 8,84 bilhões (R$ 8.845.866.473,00) cobrem tanto custei e investimentos, englobando as companhias de transportes do Estado de São Paulo: Metrô, CPTM e EMTU.

O pitu em marcha - plano integrado de transportes urbanos deve contar com r$ 3,69 bilhões (r$ 3.699.996.727,00) para expansão e modernização de redes de trilhos.

Ampliar a utilidade da malha de transporte de passageiros sobre trilhos nas regiões metropolitanas e aglomerados urbanos de são paulo, expandindo e modernizando seus serviços, adequando-se às exigências de mobilidade e ao volume de demanda, integrada à rede existente e com novos padrões de qualidade e de inserção urbana. - r$ 3.699.996.727

Projetos e obras

Entre os projetos e obras que constam na proposta de Orçamento para 2020 estão a linha 6-Laranja do Metrô, que deve ser novamente uma PPP - Parceira Público Privada e contar com R$ 935,1 milhões. O projeto da expansão da linha 2 do Metrô para Guarulhos deve ter em 2020, R$ 360,88 milhões.

A modernização da linha 8-Diamante da CPTM, que deve ser concedida à iniciativa privada, tem como proposta R$ 257,94 milhões.

A maior parte dos R$ 225,71 milhões da EMTU vai para a expansão do VLT - Veículo Leve sobre Trilhos da Baixada Santista, com R$ 146,69 milhões. O BRT do ABC, que foi escolhido pelo Governo do Estado para substituir o monotrilho da linha 18 Bronze , deve contar simbolicamente com R$ 10. A maior parte dos recursos na fase inicial deve vir da iniciativa privada.

Fonte: https://diariodotransporte.com.br/2019/10/02/doria-prop...