Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Importações chinesas de soja recuaram 24% em maio

  11/06/2019
person Valor Econômico
person Valor Econômico
Importações chinesas de soja recuaram 24% em maio

As importações chinesas de soja somaram 7,36 milhões de toneladas em maio, 24% menos que no mesmo mês do ano passado, informou o serviço alfandegário do país. Também houve leve queda em relação a abril, quando as compras alcançaram 7,64 milhões de toneladas - nível mais elevado que nos meses anteriores, já que importadores haviam adiado encomendas devido a uma mudança tarifária.

Nos cinco primeiros meses desete ano, as importações de soja da China caíram 12,2% na comparação com igual período de 2018, para 31,75 milhões de toneladas. "As importações de soja foram menores porque as tarifas maiores sobre os embarques dos EUA continuaram a pesar. E a demanda está fraca devido à peste suína africana. Os embarques do Brasil também caíram bastante", disse Xie Juilan, analista da Cofeed, empresa de pesquisa no agronegócio, à agência Reuters. Brasil e EUA são os maiores exportadores do grão do mundo, e a China lidera as importações.

Logo no início das disputas comerciais com os EUA, a China impôs tarifa de 25% sobre a soja americana, em julho passado, como retaliação à taxas impostas por Washington a produtos chineses. Em dezembro, os países acertaram uma trégua parcial, o que levou a China a fechar a compra de 14 milhões de toneladas de soja dops EUA desde então. Mas Pequim suspendeu as compras "amigáveis" novamente quando as tensões se renovaram, no início de maio.

Agências internacionais informaram que a China agora planeja estocar até 7 milhões de toneladas de soja compradas durante essa trégua, para garantir suprimentos se as tensões permanecerem ou aumentarem.

Fonte: https://www.valor.com.br/agro/6299715/importacoes-chine...