Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Concorrente do Nubank, Trigg agora tem cartão aceito no metrô do Rio

  15/05/2019
person Exame
person Exame
Concorrente do Nubank, Trigg agora tem cartão aceito no metrô do Rio

Os clientes da fintech brasileira Trigg poderão usar seus cartões para realizar pagamentos no metrô do Rio de Janeiro. As transações acontecerão por aproximação, bastará encostar o cartão na catraca, como no Bilhete Único, de São Paulo. A novidade também funcionará com smartphones e relógios inteligentes compatíveis com a tecnologia de pagamento Samsung Pay.

O novo método de pagamento poderá ser utilizado nas 41 estações de metrô do Rio. Os valores gastos são debitados diretamente na fatura dos clientes da Trigg. A iniciativa da fintech acontece com apoio da Visa, bandeira que figura nos cartões da empresa.

"O uso da tecnologia de pagamentos por aproximação no metrô é uma oportunidade de popularizar a digitalização de transações, melhorando cada vez mais a experiência do consumidor", afirma, em nota a EXAME, Marcela Miranda, fundadora da Trigg.

Desde o final de abril deste ano, soluções de pagamentos móveis da Samsung, Apple e do Google passaram a ser aceitas nas estações de metrô administradas pela MetrôRio.

O setor de pagamentos via celular e dispositivos móveis deve crescer mundialmente nos próximos anos. De acordo com a consultoria Allied Market Research, a previsão é de que o setor atinja faturamento de 4,5 trilhões de dólares em 2023. Em 2016, o faturamento era de 601 bilhões de dólares. De 2017 a 2023, a taxa de crescimento anual será de 33,8%, estima a consultoria.

Segundo a consultoria da Visa, o brasileiro usou 18 vezes mais a tecnologia de pagamentos por aproximação em dezembro de 2018, relação ao mesmo período de 2017. A cidade que lidera o uso é São Paulo, com aumento de 30 vezes no uso do método de pagamento. Curitiba aparece em segundo lugar, seguida por Belo Horizonte, Belém, Porto Velho, Salvador e Rio de Janeiro.

Fonte: https://exame.abril.com.br/tecnologia/concorrente-do-nu...