. Notícias | Revista Ferroviária
Recuperação da senha
Insira o seu e-mail cadastrado para receber instruções para recuperar o seu acesso.
×




Cadastre-se já na newsletter. Fique por dentro das notícias, cadastre-se agora na newsletter!
Últimas Notícias

Concessionária promete tomar "medidas cabíveis" contra obras na ferrovia em Presidente Prudente

  26/04/2019
person G1
person G1
Concessionária promete tomar

A Rumo, concessionária responsável pela estrada de ferro que corta Presidente Prudente, informou em nota ao G1 nesta quinta-feira (25) que tomará "as medidas cabíveis", caso a Prefeitura não cumpra o que a empresa chamou de "acordo" que impede a realização de obras na faixa de domínio da ferrovia.

"A concessionária informa que não concedeu autorização para a Prefeitura executar os serviços na faixa de domínio da ferrovia e que solicitou a interrupção das obras", esclareceu a Rumo ao G1.

Segundo a Rumo, a autorização concedida pela empresa para o município diz respeito somente à construção de uma ciclovia e "a execução de alguns dos outros serviços não atende as normas regulamentares da agência reguladora".

Assim como já havia feito no dia anterior, a Rumo voltou a citar, nesta quinta-feira (25), que, "conforme determina a NBR 15680, é proibida a construção de passagem em nível dentro de pátios ferroviários".

"Caso a administração municipal não cumpra o acordo, serão tomadas as medidas cabíveis", alertou a Rumo na nota encaminhada ao G1.

Já a Prefeitura pontuou ao G1 que a demolição dos imóveis sob o Viaduto Tannel Abbud, na Praça da Bandeira, teve continuidade nesta quinta-feira (25).

O Poder Executivo também voltou a salientar que recebeu com "estranheza" a informação de que tenha havido qualquer postura contrária da Rumo em relação às obras em andamento.

"Desde 2017, já há um acordo entre o município e a empresa, inclusive com o pagamento de um valor de R$ 24 mil para que a Rumo autorizasse a demolição dos muros, além da construção de um boulevard e de uma ciclovia em torno da linha férrea", enfatizou a Prefeitura.

"Dessa forma, a Administração Municipal reforça que a demolição dos imóveis sob o Viaduto Tannel Abbud continuará normalmente, inclusive o serviço teve continuidade nesta quinta", informou ao G1.

Na manhã da quarta-feira (24), a Prefeitura deu início à demolição dos imóveis que ficam abaixo do Viaduto Tannel Abbud, na Praça da Bandeira, junto ao Camelódromo existente no Centro da cidade.

A área fica ao lado da ferrovia concedida à Rumo.

Com orçamento de R$ 4,5 milhões, as obras de revitalização do Camelódromo da Praça da Bandeira anunciadas pela Prefeitura estão previstas para seguir até o fim deste ano.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/presidente-prudente-regiao/noti...